SEMINÁRIO DE CAPARIDE

"O JUSTO FLORESCERÁ COMO A PALMEIRA" (Sl 92)

MISSÃO NA CASA DE SAÚDE DO TELHAL


 

Em plena Quaresma, o Ano Propedêutico do Seminário de São José de Caparide viveu um tempo de duas semanas em Missão na Casa de Saúde do Telhal.

Muitas eram as perguntas inicias: Como será? Em que unidade ficarei? O que dizer a cada um que me confronta? E muitas são as respostas que ficaram por responder. Mas uma coisa é certa: aqui viveu-se a Misericórdia, aqui viveu-se a Hospitalidade. Muitas foram as oportunidades de pôr em prática as obras de misericórdia, que o Papa Francisco tanto relembra, seja no dar de comer ou no dar de beber, seja no visitar aqueles que da cama não conseguem sair, seja vestir os nus ou melhor, os que perdem a roupa por não saberem pôr bem o cinto, seja em tantas outas ações.

Mas, acima de tudo, é amar cada uma destas pessoas, é querer conhecê-las… E elas têm tanto para nos ensinar! É reconhecer em cada uma delas Cristo e Cristo está verdadeiramente presente! É vestir Cristo, é alimentar Cristo, é… Que momentos belos foram os que passamos, que alegria foram estes 15 dias! São pessoas incríveis, é pena a sociedade se esquecer do ponto inicial: são Pessoas!!

Foi ao mesmo tempo uma descoberta da Ordem Hospitaleira de São João de Deus, de uma comunidade de irmãos consagrados unidos ao carisma de São João de Deus. Tivemos ainda a graça de celebrar a Solenidade de São João de Deus, ocorrida no dia 8 do presente mês, o Pai da Hospitalidade e desta Ordem. Foi uma beleza, as orações da Liturgia das Horas com os irmãos e doentes, a Missa e a Procissão, tudo nesse dia aproximou-nos do Céu, foi uma manifestação do Amor de Deus.

É interessante não esquecer o amor que tantos colaboradores nos ensinaram a viver na ajuda a cada doente, entre eles o Irmão Irineu, Superior desta casa e agora amigo fraterno deste curso, o Fernando, que tudo fez para que esta missão fosse especial e única, os Enfermeiros de cada unidade em que trabalhámos (Santo António e São João de Deus; Sagrado Coração de Jesus; São Rafael; Santo Agostinho; Frei Júlio dos Santos), os Auxiliares que nos ensinaram a forma de agir, os Serviços de Cozinha e Limpeza, os Voluntários, ainda a Doutora Margarida e a Enfermeira Andreia que nos deram formação. A alegria em cada cama suja que é mudada, em cada fralda que é trocada, em cada barba que é feita, em cada prato que é lavado, em cada doente que é escutado. Em tudo amor, em tudo Cristo!

Que tempo tão bom! Que dê frutos abundantes nas vidas de cada seminarista e na vida de cada pessoa que se cruzou connosco. Obrigado Telhal! Obrigado Ordem Hospitaleira de São João de Deus!

Afonso Sousa, Ano Propedêutico (texto para o Jornal do Seminário)

Share This